Fim de um ciclo, começo de outro

Lamento minha falta de atualizações neste blog, mas muitas coisas mudaram desde a última vez que postei, acreditem. E, diante dessas mudanças, tive que dar um tempo para digerir tudo, como se fossem golpes sucessivos à minha pessoa.

Pra começar, preciso avisar a todos os students que lêem o blog que saí da escola que trabalhava. Hoje assinei minha carta de demissão e não volto mais a dar aulas. Só volto para entregar o exame demissional e para efetuar a homologação no sindicato.

Motivos para sair? Não se enganem; sempre curti muito dar aulas na escola, com metodologia que permitia aos alunos aprender de forma bem descontraída, e pude até criar material com músicas que dificilmente seriam incluídas, como No Surprise do Daughtry e a versão de David Cook para Always Be My Baby, da Mariah Carey.

Mas já são dois anos que estava trabalhando com isso, e estava me cansando. Enquanto trabalhava, ainda procurava algo na área de jornalismo. Não estou reclamando de boca cheia, quero deixar bem claro. Eles me deram a maior carga horária possível na escola, e fiquei honrado em trabalhar durante nove meses nesse horário. Mas tinham os sábados...trabalhar dia e tarde neste dia me incomodava. Nunca deixava transparecer aos alunos, mas né?

Todavia, o fator que me fez sair da escola foi uma oportunidade, uma segunda chance. Não, não é um emprego em jornalismo, infelizmente. Meus pais fizeram pressão pra eu fazer uma prova para um cursinho aqui perto de casa, de forma a conseguir um desconto na mensalidade.

O negócio é que ainda estava alimentando a idéia de que dois anos após se formar era pouco tempo de desistir de jornalismo, então acatei a fazer a prova puto da vida, crente de que estaria jogando quatro anos de minha vida no lixo. Foi isso que remoí ao fazer a matrícula, pensando que desse ponto estaria fadado a deixar o jornalismo para trás. Fiquei muito frustrado e fechei a cara para meus pais, sem querer papo por um momento. Nesse meio tempo, chorei tudo o que tinha de angústia dentro de mim. Essa segunda quinzena do mês foi bem turbulenta.

O bacana é que consegui um bom desconto por conta do desempenho do teste. Das 50 questões acertei 39, e nem estudei! “Um bom número”, pensei. E consegui um bom desconto. Daí que comecei a pensar que “poderia não ser uma perda de tempo”. Assim, me matriculei. Preciso dizer que pensei em conciliar os estudos com a escola, trabalhando de manhã e indo pro cursinho de noite. Mas não ia dar certo, pois não teria tempo de focar direito. Por isso me matriculei de manhã.

Por isso, peço que tenham paciência ao lerem o blog, pois vou postar somente quando der. Tava pensando até em postar coisas que me ajudem a lembrar da matéria no cursinho, uma espécie de caderno on-line. E ainda não sei se vou dar continuidade à seção How do you say...?, uma vez que não vou dar mais aulas. Quem sabe?...

Isso aí, pessoal. Março é mês de mudanças!

Comentários

Nivea disse…
Nããããããããããããão!!! *chora grita bateacabeçanaparede* *passou* rs Agora falando sério e deixando meu egoísmo de lado (é, pq, por mim, vc ficava la na uptime, independente do quanto isso interfira na sua vida profissional... egoísmo sucks), eu espero que vc encontre, profissionalmente, o que vc procura. Eu vejo na sua atitude uma coragem e determinação que são raros de se ver hj em dia... vc é uma pessoa muito esforçada e dedicada, e será recompensado por isso, com certeza! Isso tudo me faz ter uma admiração ainda maior por vc. é pena não poder mais te ver, não poder estar em companhia de uma pessoa de quem, mesmo com tão pouco tempo de convívio, eu gosto tanto... rs é a vida! me dei mal! hahaha pô, eu sei que rotina de cursinho é puxada e sufocante rs mas sempre que der dá uma luz aqui, uma notícia da sua vida, só pra a gente não esturricar de saudade!!! ok, estou sendo dramática, parei! Beijos!
Juliana Ferrer disse…
Hehehe...isso tudo eu já sabia!
Good luck! Ah, gostei da idéia do caderno on line! Posta aí pra eu estudar também..rs. Bjs

Postagens mais visitadas deste blog

3 vezes em que a Problematização foi longe demais

Teacher, how do you say... Rebimboca da Parafuseta?

Mais uma vez de volta