Teacher, how do you say... Rebimboca da Parafuseta?

Adicionei mais um marcador pro blog, que pode ajudar aos dois ou três leitores que estudam inglês; o How do you say...?

Através deste marcador vou tentar solucionar alguns problemas bem típicos pra quem dá aulas de inglês e deparam com perguntas "exóticas" (e inconvenientes, hehhehehe), do tipo "Teacher, how do you say 'apelão' in English?" e você fica com aquela cara de tacho, do tipo...

Cri, cri, cri, cri... e *bola de feno passando ao vento*

Mas isso já é passado! - Ou não, hahaha -, já que, com esse marcador, posso tentar responder às dúvidas de alunos curiosos.

Neste post de inauguração, vou colocar algo que a professora Leila, do blog que está em meus favoritos, encontrou de bacana, os nomes de cortes de carne. Num país com tantas churrascarias - e que inclusive apareceu como ponto turístico na série Os Simpsons -, qual aluno nunca perguntou como fala uma certa parte da carne, já que foi comer picanha e maminha num rodízio de uma steak house?

Pra começar, muitas pessoas acham que o rodízio de carnes brasileiros se denomina rodízio em inglês mesmo. Mas encontrei a expressão carvery, que pode ser usada da mesma forma, já que essa é uma expressão usada pra cortes de carne de churrasco da Europa. Basta ler aqui. Inclusive, um site de churrascaria brasileiro usa a mesma palavra para apresentar os serviços disponíveis. Daí se pode usar a expressão brazilian carvery, que nada mais é que o sistema de rodízio oferecido no Brasil.

Quanto aos cortes de carne, eis os que a teacher Leila encontrou: (thanks!)

Alcatra - Rump
Contrafilé - Striploin
Maminha - Pad Ramp Tail
Fraldinha - Thin Skirt
Costela - Rib
Filé Mignon - Tenderloin
Picanha - Rump Cap

Bom, como diria o Gaguinho, por enquanto é só pessoal! Hum, que vontade de comer um bacon. HAhahahaha

PS: quanto ao "apelão" acima, encontrei a expressão badass, que é uma pessoa cuja atitude e comportamento extremos são admiráveis. Bem próximo, diz aí? Chuck Norris agradece. HAUHAuahuahuah

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3 vezes em que a Problematização foi longe demais

Mais uma vez de volta