O medo, depois a revolta

Diga-me, o que é possível de acontecer numa quinta-feira às 8h30 da manhã, numa rua longa, com transeuntes passando andando apressados e esperando pelos ônibus no ponto? Encontrar um amigo? Tem chances sim. Encontrar dinheiro no chão? Pode até ser. E ser assaltado. Nunca! Era o que imaginava.

Imaginava porque nesse exato horário escrito acima fui abordado por dois sujeitos que pediam dinheiro pra comida. Um estava a meu lado e outro, atrás de mim. Educadamente respondi que não tinha o que dar para eles, mas continuaram a insistir. Neguei de novo. Foi então que pediram meu celular. Fiquei em choque; aquilo era um assalto??

Disse calmamente que o celular era velho, e que estava gasto. Irredutíveis, eles me ameaçaram que iam usar o "quadrado" comigo, seja lá o que isso fosse. Não deu outra, coloquei as mãos nos bolsos e peguei a primeira coisa que estava ao meu alcance. Era meu MP3.

Com medo deles ficarem de olho na mochila, peguei o MP3 e dei a eles, que fugiram na hora.

A revolta que tive foi da rua estar cheia de gente, mas ninguém tomar providências, quando alguém está em situação de perigo. Simplesmente viraram a cara. Onde já se viu isso? Onde está a civilização?

E outra questão, às 8h30 da manhã???? Porra, nem de manhã estamos livres dessa bosta de problema??? Como diriam os americanos, it's a bitch...

Comentários

Tina disse…
Assalto em bairro de bacana?? Aonde?? O jeito é se mudar pro Sanfer!!
Soh que no seu caso... sei não! C tem cara de endinheirado, tem que parecer sacoleiro que nem que eu!!
Tina
Daniel Kawasaki disse…
HAUHAuahuaha vou tentar parecer mais sacoleiro...alguma dica? hehehe

Postagens mais visitadas deste blog

3 vezes em que a Problematização foi longe demais

Mais uma vez de volta

Sugestão de série - Crazy Ex-Girlfriend